banner-chemicalsjpg

Rotulagem para GHS (Sistema Mundial Harmonizado)

O software BarTender® é um componente integral da estratégia de rotulagem GHS de instalações químicas mundiais, implementado nos Top 100 fabricantes referenciados pelo ICIS bem como em operações locais e regionais. A indústria química escolhe o BarTender pela facilidade de implementação e tecnologia configurável, tudo com o apoio de um conhecimento profundo da indústria – compreendemos as pressões a que os fabricantes e distribuidores de produtos químicos estão sujeitos em termos regulamentares e da cadeia de abastecimento.


Acerca do GHS

As Nações Unidas adotaram o Sistema Mundial Harmonizado de Classificação e Rotulagem de Produtos Químicos (GHS) em 2002 com um objetivo de melhorar a segurança dos trabalhadores e simplificar o comércio global, determinando um conjunto de regras que abrangem formação, rotulagem de produtos e documentação de segurança, para identificar produtos químicos e respetivos métodos de manuseamento seguros no local de trabalho. A ONU revê e depois corrige o GHS de dois em dois anos, com a Revisão Seis em 2015.

Cada país-membro da ONU decide quais as categorias e os elementos do sistema que irá adotar e define a sua própria agenda para implementá-los.

Nos EUA, o GHS foi adotado em 2012 e os prazos de cumprimento foram distribuídos por 2014, 2015 e 2016. O GHS é administrado pela entidade norte-americana OSHA (Occupational Safety & Health Administration) sendo também conhecido como HazCom 2012. É importante lembrar que o mandato principal da OSHA é a segurança no local de trabalho. Quando um produto está à guarda de um dos seus funcionários, sendo manuseado, armazenado ou transportado, a OSHA considera que a entidade patronal é a responsável pela correta rotulagem do mesmo. Os trabalhadores têm de ter sempre acesso à informação completa sobre os perigos.

Na União Europeia, o GHS é conhecido como CRE, a abreviatura para "Regulamento CE n.º 1272/2008 relativo à classificação, rotulagem e embalagem de substâncias e misturas". Foi adotado em 2008 e entrou em vigor em 2009. O CRE é administrado pela Agência Europeia dos Produtos Químicos (ECHA).

O GHS está totalmente implementado e em vigor no Japão, Coreia, Nova Zelândia e Taiwan, República Popular da China, com os outros países da APAC em várias fases de adoção.

Para informações mais detalhadas, passe com o rato sobre o mapa para ver o estado de implementação do GHS nos países e regiões selecionados.

Países/regiões que já implementaram o GHS
Países/regiões que estão em processo de implementação do GHS
Passe com o rato sobre o mapa para ver o estado de implementação do GHS nos países e regiões selecionados.
Brasil
As substâncias puras têm de ser devidamente classificadas, acondicionadas e rotuladas, e acompanhadas da ficha de segurança. Os produtos químicos misturados têm de estar em conformidade até 1 de junho de 2015. O Brazilian Portuguese é o idioma necessário para a rotulagem e documentação.
Canadá
A Health Canada publicou uma proposta preliminar para a implementação do GHS, e o período de comentários fechou em 15 de setembro de 2013. Regra final pendente.
China
Implementado relativamente ao transporte, fichas de segurança, rótulos e classificação
União Europeia/EEE
Os regulamentos relativos à classificação, rotulagem e embalagem (CRE) alinham os países da União Europeia e do Espaço Económico Europeu com o GHS, que serão integralmente implementados para substâncias. O prazo do cumprimento integral para misturas é 1 de junho de 2015. A Turquia, que fez um pedido de adesão à UE, estabeleceu um prazo de cumprimento de 1 de janeiro de 2013 para substâncias. O país candidato à UE, a Macedónia, está em processo de implementação do GHS.
India
Foi emitido um conjunto de regras preliminares em 2011. Em Outubro de 2013, as regras finais não foram publicadas.
Japão
O Japão iniciou o processo do GHS em 2001, e o regulamento encontra-se totalmente implementado.
Federação Russa
A adoção das regras GHS é voluntária. Integralmente implementado relativamente ao transporte de mercadorias perigosas. A Comissão Económica Eurasiática (CEE) adotou um regulamento que tornará o cumprimento do GHS legalmente vinculativo a partir de julho de 2017, se os países membros (Rússia, Cazaquistão e Bielorrússia) chegarem a um consenso quanto à implementação.
Estados Unidos da América
1 de dezembro de 2013, prazo para formação de funcionários sobre novos formatos de rótulos e fichas de segurança; 1 de dezembro de 2015, prazo para cumprimento das disposições do GHS, exceto para os distribuidores, que podem continuar a expedir produtos dos seus fornecedores rotulados com o sistema antigo; 1 de junho de 2016, todos os produtos químicos armazenados e transportados nos EUA têm de ser rotulados e transportados de acordo com os regulamentos do GHS.
México
Totalmente implementado, no entanto o cumprimento do GHS no México não é obrigatório nem vinculativo.
Austrália
Parte 7.1 do modelo Work Health and Safety Regulations (WHS) (regulamentos em matéria de saúde e segurança no local de trabalho) produzirá efeito em 31 de dezembro de 2016. Estas normas estão alinhadas com as recomendações das Nações Unidas.
Taiwan
O GHS está totalmente implementado em Taiwan.
Sérvia
O prazo para cumprimento segundo a Gazeta Oficial da República da Sérvia N.º 64/10 é 1 de junho de 2015. O idioma sérvio tem de aparecer no rótulo, mas há disposições para incluir outros idiomas. Disposições nesta regulamentação estreitamente em paralelo com o CRE da UE.
Malásia
O prazo para implementação da Occupational Safety and Health Classification, Labelling and Safety Data Sheet of Hazardous Chemicals (CLASS) da Malásia é 17 de abril de 2015. A regulamentação reflete muito de perto o sistema GHS das Nações Unidas.

Orientação para execução das indicações da OSHA, Fevereiro de 2015

Muitos utilizadores a jusante da cadeia de abastecimento de produtos químicos nos EUA consideraram a implementação do sistema GHS da OSHA, com entrada em vigor agendada para 1 de junho de 2015, um processo pesado. A OSHA concedeu alguma isenção à indústria química na forma de uma política de execução discricionária.

Até 9 de fevereiro de 2017, a OSHA não intimará os membros da cadeia de abastecimento de produtos químicos a jusante que não consigam cumprir o prazo de 1 junho de 2015 para o fornecimento de rótulos e fichas de segurança em conformidade com o GHS, devido à impossibilidade de obterem as informações necessárias dos seus fornecedores a montante.

Para ser considerada para efeitos da isenção de execução discricionária, uma empresa tem de fornecer:

  • Provas documentadas de tentativas para obter as informações necessárias junto dos fornecedores a montante.
  • Provas documentadas dos esforços feitos para obter informações junto de outras fontes.
  • Provas documentadas de tentativas no sentido de classificar os dados isoladamente.
  • Uma cronologia clara e aplicável para o cumprimento.

Para ficar a saber mais, visite o site da OSHA.


O Rótulo GHS

O GHS destinava-se a criar um método que comunicasse de forma claro e coerente, por meio de rotulagem e documentação, os dados das substâncias químicas. Mas com prazos de implementação cada vez mais perto, as empresas químicas são da opinião que os requisitos são tudo menos claros e coerentes.

Quais são os elementos obrigatórios dos rótulos e como são utilizados? Passe com o rato sobre as bolas azuis nos lados deste rótulo para ficar a saber mais.

Nome do produto

Palavra-sinal

Uma de duas palavras-sinal, ADVERTÊNCIA para produtos que constituam um "perigo de gravidade menor ou não letal", ou PERIGO, para produtos que constituam um "perigo grave ou potencialmente letal"

Advertências de perigo

As 71 advertências de perigo fornecem avisos sobre o produto relativos à segurança, saúde e ambiente. Pelo menos uma tem de aparecer no rótulo GHS (Sistema Mundial Harmonizado). As advertências de perigo substituem as frases de risco da UE.

Recomendações de prudência

O rótulo contém, pelo menos, uma a seis recomendações de prudência. Cada uma diz respeito aos pictogramas do rótulo e descreve as instruções de armazenamento, manuseamento e primeiros socorros. As recomendações de prudência substituem as frases de segurança da UE.

Identificador de produto

Um produto é normalmente identificado pelo seu número de registo CAS ou IUPAC.

  • IUPAC é uma sequência de letras, algarismos e hífens que identificam químicas orgânicas e pode ter dezenas de caracteres.
  • Os números de registo CAS são divididos em três partes por hífenes, a primeira secção é composta por um a sete algarismos, a segunda secção por dois algarismos e a terceira por um algarismo.

Identificação do fornecedor

O nome, endereço e número de telefone do fornecedor têm de aparecer no rótulo.

Pictogramas

Há nove pictogramas GHS em forma de diamante de cor preta, branca e vermelha, cada um deles é um identificador visual rápido de uma precaução de manuseamento. Uma etiqueta não pode conter diamantes vermelhos vazios.

Informações suplementares

Pode ser qualquer coisa escolhida por um fornecedor: um código de barras, URL de website, logótipo de empresa, dados de inventários, informações de contacto de resposta de materiais perigosos. As informações suplementares podem ser impressas a cores para transmitir informações adicionais e como apoio às normas da marca corporativa.

Requisitos do tamanho do rótulo

Note que na UE os pictogramas têm de ter pelo menos 1/15 do tamanho do rótulo.

Recipiente Tamanho mínimo do rótulo (mm)
<3> 74 x 52
3-5 litros 105 x 74
5-500 litros 148 x 105
>500 litros 210 x 148

Considerações sobre a impressão de rótulos GHS

A impressão de rótulos monocromáticos (uma cor) é comum em instalações de fabrico e armazenamento de produtos químicos. Mas isso está a mudar – em quase todos os países, os pictogramas GHS têm de ter uma margem vermelha. Embora a utilização de papel de rótulos pré-impresso com diamantes vermelhos seja uma opção, de acordo com este método é o operador que escolhe o papel com o número e o esquema certo de diamantes vermelhos. Um simples erro do utilizador pode resultar numa situação de não conformidade e em multas.

Além disso, qualquer produto que necessite de uma certificação do código Marítimo Internacional para o Transporte de Mercadorias Perigosas (IMDG) irá requerer também um rótulo que cumpra as especificações da norma BS5609 sobre aderência e resistência da cor à água salgada. Embora o cumprimento da norma BS5609 dependa maioritariamente do tipo de papel utilizado para imprimir o rótulo, nem todos os sistemas de impressão estão aptos a produzir um rótulo que passe os testes exigidos.

Muitos dos nossos parceiros oferecem impressoras especificamente concebidas para ajudar as empresas químicas a cumprirem as novas normas do GHS. E como a arquitetura de impressão do BarTender é construída com base nas normas dos controladores da Microsoft, somos uma peça adaptável da sua solução GHS, independentemente da impressora Windows que selecionar.

Para mais informações sobre impressão que cumpre as normas GHS, contacte-nos e será colocado em contacto com um revendedor da BarTender que o ajudará a escolher o produto certo para o seu negócio.


BarTender e GHS: Confiável. Escalável. Adaptável.

O BarTender®é o software de rotulagem seguro e de confiança que se adapta para satisfazer os regulamentos globais e as exigências profissionais da indústria química.

Com o BarTender, pode criar e automatizar a produção de rótulos GHS, com controlo e segurança centralizados. Utilize o BarTender para ligar os dados do seu produto e os dados regulamentares a uma ampla variedade de impressoras, e o mesmo suporte direto de uma impressora numa única instalação é igual ao suporte para milhares de impressoras de várias famílias de impressoras em toda a sua rede global.

Todas as edições do BarTender suportam todos os sistemas de escrita modernos, apoiando as estratégias de crescimento e conformidade globais da sua empresa. Inclui também uma coleção de caracteres GHS baseada em tipos de letra: Utilize-a para imprimir pictogramas em suportes de etiquetas pré-formatados ou para criar os seus próprios pictogramas com margens vermelhas.

O exemplo de modelo de etiqueta do BarTender

A automatização da implementação da sua rotulagem GHS pode minimizar o risco de erro de utilizador associado aos sistemas manuais, e pode ajudar a fornecer interoperabilidade nas suas instalações e ao longo da sua cadeia de abastecimento. Empresas químicas de todo o mundo estão a criar e a automatizar os seus programas de rotulagem GHS com base na tecnologia do exemplo de etiqueta incluído nas edições Automation e Enterprise Automation do BarTender.

Utilize o exemplo de etiqueta do BarTender como ponto de partida para a automatização da produção dos seus rótulos GHS. O exemplo de etiqueta fornece a ligação entre os seus dados – que podem ser obtidos de um sistema ERP global, base de dados de terceiros, base de dados interna ou até mesmo de uma folha de cálculo armazenada na sua unidade de disco rígido – e a sua impressora. Os dados do rótulo podem ser associados à ficha de segurança do produto, ajudando a simplificar o fluxo do processo das suas instalações, cumprindo simultaneamente as iniciativas de ambiente, saúde, segurança e sustentabilidade. Regras comerciais incorporadas ajudam a gerir a conformidade do pictograma, e a funcionalidade de autodimensionamento de pictograma do BarTender permite máxima utilização do estado real do seu rótulo, e visibilidade ideal para segurança.

O seu parceiro GHS de confiança

O BarTender é o seu parceiro GHS de confiança. Veja o nosso vídeo breve e aprenda como é fácil criar rótulos que cumprem as normas do GHS com o BarTender. Veja o nosso webinar para aprender o que precisa de saber sobre o GHS e implementar a solução certa para o seu negócio. Percorra esta webpage e explore o seu conteúdo interativo – aprenda tudo o que precisa de saber sobre o sistema GHS: Elementos dos rótulos, prazos globais, considerações de impressão.


Qual é o BarTender certo para si?

Selecione uma edição abaixo para ficar a saber mais, ou transfira a versão de avaliação gratuita durante 30 dias para explorar todas as funcionalidades do BarTender e ver como pode resolver as suas necessidades mais difíceis para rotulagem, códigos de barras e mais. Ou contacte-nos para saber por que motivo o BarTender é o software mais fiável do seu género.

Criar
(Desenhar e Imprimir)

Edição Basic

Edição Professional

Comece logo a utilizar ao fim de alguns minutos!

Todas as funcionalidades da Basic acrescidas de:

  • Desenho e impressão de etiquetas, cartões, cartões com banda magnética e mais.
  • Otimização da velocidade de impressão para qualquer impressora ou dispositivo de marcação.
  • Conceção de formulários de introdução de dados com validação de dados e aceitação de entradas no momento de impressão, a partir do teclado ou de um leitor de código de barras.

Licença por PC

  • Leitura de dados de ficheiros CSV, bases de dados e Excel. Pesquisa e seleção fácil de registos para impressão.
  • Codificação de etiquetas RFID.

Licença por PC

Criar e Automatizar
(Desenhar, Imprimir e Controlar))

Edição Automation

Edição Enterprise Automation

Todas as funcionalidades da Professional acrescidas de:

Todas as funcionalidades da Automation acrescidas de:

  • Impressão automática a partir de qualquer SO, sistema ou dispositivo, em resposta a transações de dados e pedidos de SDK.
  • Desenho utilizando o sistema Intelligent TemplatesTM para reduzir a manutenção.
  • Proteção do ambiente de impressão com funções de utilizadores e grupos.
  • Controlo do estado de impressão ao vivo e visualização do histórico detalhado da utilização do sistema.

Licença por impressora

  • Impressão automática em resposta a API de serviço Web ou comunicação TCP/IP.
  • Integração em SAP e Oracle.
  • Tira partido da gestão centralizada do sistema, impressão alojada em browser, armazenamento centralizado de modelos com controlo de revisão, suporte de assinatura eletrónica, controlo de SDK completo, codificação de cartões inteligentes e mais.

Licença por impressora


Informação relacionada

Solução regulamentar
Sistema Mundial Harmonizado (GHS)

O GHS destinava-se a criar um método que comunicasse de forma claro e coerente, por meio de rotulagem e documentação, os dados das substâncias químicas. No entanto, as empresas químicas são da opinião que os requisitos são tudo menos claros e coerentes. Informe-se sobre o GHS e veja como o BarTender pode ajudar a sua empresa em qualquer parte do mundo a cumprir os requisitos de conformidade.

Solução da indústria
Gestão de rotulagem da cadeia de abastecimento

O BarTender é a escolha de rotulagem para cadeias de abastecimento de empresas de manufatura, distribuição, 3PL e armazenamento com presença mundial. Fique a saber como o BarTender pode ajudar a dinamizar a sua empresa – e a estabelecer uma interface mais eficiente com toda a sua cadeia de abastecimento.

Ficha de PDF
Rotulagem simplificada conforme para produtos químicos

Mais sobre o BarTender e a rotulagem de produtos químicos neste recurso que pode transferir.

A Seagull Scientific orgulha-se de ser afiliada da National Association of Chemical Distributors (NACD), o único grande fabricante de software de rotulagem, códigos de barras e RFID eleito como membro da NACD.

Mais informações

Solução da indústria
BarTender para rotulagem de produtos químicos

Elementos dos rótulos GHS
Pictogramas

Elementos dos rótulos GHS
Advertências de perigo e recomendações de prudência

Solução da indústria
BarTender para gestão de rotulagem da cadeia de abastecimento

Ficha em PDF
BarTender para rotulagem de produtos químicos

Descrição geral do BarTender

Comprar o BarTender


O que dizem os nossos clientes

"A capacidade de o BarTender se integrar em qualquer sistema de criação e gestão de fichas de dados e em sistemas ERP, associado ao sistema Intelligent Templates™ potente e fácil de utilizar, fez dele o nosso software de eleição para integrar e resolver os desafios associados à rotulagem em conformidade com o GHS, em todos os nossos clientes de produtos químicos."
– Rick Schilling, Presidente, Sistemas de Produtividade Integrados (IPSi)